Notícias

Revista americana publica trabalho de alunos de Engenharia da Unilago

20/06/2018 - 09:28

Projeto interdisciplinar de estudantes do 6º Período de Engenharia de Produção foi publicado na revista Magazine Make

Foto:

O desafio proposto pela coordenação do curso de Engenharia de Produção neste semestre, foi o desenvolvimento de um produto aplicando conhecimentos da cultura Maker. Com a orientação da Prof Ana Paula Garrido de Queiroga e Prof. Victor Bomfante Groggia, os estudantes do 6º período de Engenharia de Produção Ana Carla de Melo Sincaruk, Daiane de Souza Sales e Pablo Lopes Dávalos, desenvolveram um Projetor para Smartphones.

O trabalho foi publicado na edição de Junho da revista Make Magazine, e se encontra disponível para download também no link https://makezine.com/2018/06/18/adding-motorized-focus-smartphone-projector/.

Make Magazine é uma revista norte americana de lançamento bimestral com foco no movimento Do It Yourself, em português “faça você mesmo”. A revista publica projetos envolvendo diversas áreas de engenharia, computadores, eletrônica, robótica, metalúrgia e é considerada a bíblia e a precursora do Movimento Maker.

O movimento maker, faça você mesmo (“DIY”) é o método de construir, modificar ou consertar sem a ajuda direta de especialistas ou profissionais. Esta cultura ganha cada vez mais adeptos por diversas motivos categorizados como motivações do mercado, sejam eles benefícios econômicos, falta de disponibilidade ou qualidade do produto, necessidade de personalização e aprimoramento de identidade, habilidades em benefício à comunidade. Makers ou fazedores, estão na ponta de um movimento de consumo consciente, onde criar objetos simples ou complexos se transforma em um desafio benéfico para a sociedade.

A Engenharia de Produção está ligada completamente com a cultura maker a partir do momento que a sociedade utiliza movimentos como este para solucionar problemas de grande impacto pensando sempre no meio ambiente. Na África por exemplo, jovens quenianos criam incubadoras para hospitais de Nairóbi com o uso do conhecimento maker. Especialistas em educação defendem a ideia de que a cultura maker pode formar cidadãos a pensar sob vários pontos de vista, objetivando assim a tomada de decisões para melhores soluções e enfrentar problemas atuais e futuros.

Assessoria de Comunicação Unilago

conteudo auxiliar